quinta-feira, fevereiro 23, 2017

A inconstância das coisas é, para mim, o maior dos problemas: a mudança é sempre o permanente.

A angústia do gerúndio que nem existe em todos os idiomas... A pretensão de ser. O estado infinito do universo. Tudo isso me admira e me comove.

Nenhum comentário: