terça-feira, novembro 01, 2016

por que cinema?

o que me atormenta é uma pulsão erótica - que dadas as categorias estabelecidas no atual período - poderia ser classificada como masculina. Uma vontade de conquista e abandono (do tédio). Uma tendência ao risco e falta de senso.
Retorno aos pensamento libidinais, é o paradoxo querer racionalizar as sensações - é o meu maior impulso: e então o tempo, e então o movimento.

Nenhum comentário: