segunda-feira, novembro 28, 2016

A neurose lhe cai bem.


a poesia que não chega
o amor que não desce

a imagem que sobra
o pensamento que desvanece

a agonia que a assombra
o horror que permanece.

Nenhum comentário: