segunda-feira, janeiro 05, 2015

compromisso para 2015

Antes escreveria como válvula de escape, eram os infortúnios da juventude a me incomodar. Qualquer pé na bunda era motivo para crise existencial sem tamanho, como consequência, para uma crônica. Amadureci e essa sensação de "incompreendida" tem se transformado. Somos todos "incompreendidos". Mas eu adoraria continuar a escrever como prática, como arte. Tenho vontade de voltar, mas me falta inspiração, sabe? Por isso a partir de hoje me comprometo a escrever todo dia. Seja o que for, seja quanto for. Por mim e por este blog.

3 comentários:

Anônimo disse...

Cadê o comprometimento? :)

Bárbara Cabral disse...

HAHAHA
é verdade! desculpe :/

Anônimo disse...

"Procure, como o primeiro homem, dizer o que vê e vivencia e ama e perde."