domingo, maio 11, 2014

limbo

permaneço sem estado
nem tanto ao céu,
nem tanto a terra.
pairo sobre nuvens em formação,
sem condensar.

tão pouco água,
tão pouco vento.
em não-lugar.

ser qualquer
ser ninguém
fingir amar.



"O inferno são os outros", Jean Paul Sartre






Nenhum comentário: