sexta-feira, outubro 25, 2013

A espera

Vem logo dia! Vem logo. Esse momento supremo que aguardo pós por do sol. Vem logo dia. Se o dia chega, me sinto mal, porque a verdade está na espera, não no dia em si. Vem logo!
E se você chega, tudo é banal, escroto e entediantemente irregular. Prefiro a espera. Prefiro Penélope de Ulisses, prefiro tecer saudades à frustração truculenta de uma expectativa, sem mais.

Nenhum comentário: