quarta-feira, maio 15, 2013

Destilou

Quando achar que tudo é osso
Tudo é fosso
Tudo é chato
Lembre do muito amor
Do nosso ultimo ato.

Quando achar que tudo é lindo
Tudo bem-vindo
Tudo é sincero
Ja me esqueceu
Dai eu me desespero.

Se foi ser feliz
Entre os anis
Desse céu encoberto
Haja seca
Para as lágrimas que seco.

Nenhum comentário: