sábado, janeiro 12, 2013

do amor 503

Não me falem de amor, pois tenho algum tipo de psicose que não permite compreendê-lo. O amor são lacunas preenchidas além do cartesiano. Sol de Brasília em janeiro. Pequenas mortes diárias, amor mata. Quem questiona, não ama. Tem a pretensão de entender o amor, por isso nunca estará a sua altura, foi castigado pelos deuses. Tira o sal pelos olhos pra ver se um pouco da angústia ajuda a amar. Hoje só chove em Brasília.

Nenhum comentário: