terça-feira, novembro 06, 2012

Pequenos prazeres de amélie


Dos olhos de esquizofrenia
Se fez na inquietude
um pequeno prazer,
desses que são pulsão de vida
Retórica que nunca cansa
Amar amansa.

Nenhum comentário: