quarta-feira, novembro 07, 2012

Paradoxo mundial

As coisas tem de ser tão certas e o mundo é errado. Ele é errado para as coisas certas, mas para o mimimi ele é correto. Porque vale mais o "status" do que a sabedoria duma experiência qualquer. Quem não tem cabeça quebra na força do encaixe que nunca vai. Fica sofrendo de existencialismo. "A luta contra o sistema" são as formigas num temporal brasiliense de novembro. Pelo menos tenho casa para morar, e muita comida. Agora, e o trabalhador, que nem para ser corrupto, tem de lidar com as burocracias desse mundo certo/errado? Eu nem sei como vive. Já teria morrido afogado em bueiro entupido de lixo reciclável, porque o mundo é certo/errado: com diploma, sem educação.

Um comentário: