quinta-feira, maio 24, 2012

Chega de procura

De repente, uma não necessidade de resposta veio a calhar. E a vida foi ficando assim, mais simples. A paciência é dona da razão, já dizia vovó. E vovó é rainha da sabedoria, de tanta paciência que já teve nesse mundo. Estou na esperança de topar com as respostas um dia qualquer desses. Parei de procurar. A procura é sofrimento, e daqueles que não servem muito. Daqueles que viram a cabeça para o inferno. Daqueles que querem encontrar racionalidade onde não há. O princípio é deixar a alma livre. Notar cada tempo/espaço como algo imaculado; carpe diem! Mas com paciência, o mundo acaba amanhã. Ainda temos toda a eternidade, haverá juventude enquanto existir Renew.

Nenhum comentário: