sexta-feira, novembro 25, 2011

uma, duas, três vezes Paulo me disse

-Bárbara, não há o que entender
-Mas eu tenho de saber o porquê
- Não tem!
-Tenho sim!
- Não tem porquê, menina.
-Claro que tem, como pode ser? Se não tem porquê, como vou fazer?
- Não faz. Deixa perecer!
-Paulinho, casa com a Bella tá?
-Tá!

E aí eu fiquei pensando.Sentir é peculiar. Ranço na traqueia esse negócio de sem justificativa. Ensinam a gente na primeira série: " justifique a sua resposta". E depois ninguém sabe de nada. E tratam assim, como se fosse normal. Sou hamster, fui treinada, caramba!

Nenhum comentário: