terça-feira, maio 10, 2011

à toa

tranca a garganta
esse negócio de ser
e não entender
me espanta!

ajuda aí poesia.
Imploro, rendo-me a mendicância
não aguento não caber
nesse mundo de implicância.

Nenhum comentário: