sábado, janeiro 22, 2011

Prisão de Ventre

Senta com o papel e a caneta: não dá certo.
Agora em frente a tela do word.
Há quem prefira a velha e boa máquina. Dá no mesmo, questão biológica é para todos. Analógico ou digital.
Não saía nada, nadinha.
Quando tá na boquinha, volta. Parece brincadeira, ou sei lá o que.
Faz umas massagens, espairece na varanda.
Volta. Elas simplesmente não saem.
Vem aquela dor. Tem tanta palavra guardada alí na barriga.
Quando finalmente resolve tomar um laxante, voilà: só sai merda, piores que essa.

4 comentários:

vitor disse...

"Vale mais uma cagada bem feita do que uma merda segurada pelo esfincter". ;D

Anônimo disse...

Opinião estonteneante neste sítio, opiniôes como aqui vemos demonstram valor ao indivíduo que aparecer neste espaço :)
Faz maior quantidade deste blog, a todos os teus seguidores.

Isabella Pina disse...

Parou de usar o bate-desintope? haáá

tá uma graça esse blog clean e diagramação de jornalista. bêjo, fofura.

Dimitri disse...

Haha, muito bom, Bárbara! Gostei do seu estilo de escrever.