quinta-feira, janeiro 21, 2010

Mudei você

Estava pensando em nós. Ando meio cansada de sempre acabar frustrada no final.
O tempo passou e você mudou, eu mudei, eu mudei você. No começo você era aquele garanhão da escola, o rapaz que todas as moças queriam namorar,e eu consegui.
Era alto e forte, cabelo liso e preto. Me embebedava com suco de laranja e vodka barata pra ter um pouco mais de mim. Matávamos aula, fumávamos baseado na grama escutando alguma música modinha da época, nos sentíamos os donos do mundo.
Cansei da brincadeira sem graça, parei.
O rapagão tornou-se um gentleman de olhos azuis, que me daria a filha Beatriz que eu tanto sonhava. Minha pequenina branca, com olhos azuis tão profundos quanto os oceanos. Gostava da ideia dos olhos claros, acreditava que com eles poderia ver além da alma, além das máscaras, eram transparentes e doces como você.
Que ideia! Sonhar com filha de olhos claros, cabelo pretos e lacinhos, eu só tinha dezesseis, mas eu sonhava, eu planejava, eu continuo planejando.
Troquei a vodka barata por uma coca gelada e pizza aos finais de semana na casa dos sogros, achava tudo aquilo tão comédia americana, tão clichê. Comecei a me entediar, mudei você.
Agora você é universitário, sabe falar de cinema e boa música, é socíavel e inteligente, gosta de baladas gays. Não sei se é negro ou branco,se tem olhos azuis ou pretos.Sei que gosta de coca-cola, vinho e cerveja, mas não dispensa uma boa vodka. Me faz rir como nem um outro fez, me faz sentir como nenhum outro me fez.
O pior e o melhor de você é que você sou eu, eu sou você.

Um comentário:

Moema disse...

Eu gostei do seu post, achei genial, rs.
Vou "copiar" com a minha versão até, rs, pode?
hauhauahuahuahuahauhauhauhaua

;*