quarta-feira, abril 15, 2009

poema para a aula de OT

Esses moços de hoje em dia

Esses moços de hoje em dia
São canalhas, são espertos.
As moças sofrem em agonia
Com tanto desafeto

Esses moços de hoje em dia
Fazem-me pensar
Que vale mais a pena ser vadia
Abrir as pernas e dar

Esses moços de hoje em dia
Não sabem o que é amor
Muito menos têm a sabedoria
De um homem sedutor

Esses moços de hoje em dia
Falam mais do que fazem
Nunca trazem alegria
São poucos os capazes

Esses moços de hoje em dia
São como animais
Querem cachaça e orgia
Festas e bacanais

Esses moços de hoje em dia
Agora querem saber
Por que perderam para Maria
A moça que queriam comer

5 comentários:

Ana Paula Lisboa disse...

Oi Babi!
nossa, FINALMENTE entrei no seu blog:D

sobre esse poema para a aula de OT, vc já sabe que eu amei! Todo menino de hoje em dia devia ler um texto assim pra ver se melhora de jeito kkkkkkkk
Ficou ótimo!

Li alguns outros textos seus e gostei muito. Vou ler mais quando tiver mais tempo.

:D

ps: tb já fiz meu blog pra CU, se quiser ver o endereço é: http://ceuunba.blogspot.com

beijos
bom fim de semana
:)

A alma responde... disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
A alma responde... disse...

Essas moças de hoje em dia



Essas moças de hoje em dia
São soltinhas, apimentadas,
Os moços que as cercam, deduzem: vadias
Os moços que as defendem o fazem com patadas.

Pois o bom senso diz na mente:
O que fazer? pra onde ir?
Se as meninas de cedo se perdem
Devemos, os homens, resistir?

Essas moças de hoje em dia
Sempre se fingem de chapéuzinho
Pois, se os cavalheiros fogem da orgia
Aos maus lobos imploram carinho


assinado: jóta tê

Cris disse...

arrasou no desfecho!

Rαchele Loureiro disse...

MUITO bom!