quinta-feira, fevereiro 28, 2008

Aos olhos azuis,

em plena era digital ainda existem pessoas românticas ..


Aos olhos azuis,

Escrevo-te porque com letras digitadas sou melhor do que com palavras faladas.Sei que tenho sido explícita ultimamente,é difícil porque preciso repartir contigo o que sinto,não quero contar nem a mim mesma certas coisas... e mesmo tenho necessidade de falar-te.Isso não é uma carta de amor,é apenas um instante que quero compartilhar contigo.Loucura,talvez insanidade.Depois que ler finja que não leu ,não comente comigo ou mostre a todos.Me sinto como angústia só,não sei se tu és o motivo ou sou eu mesma enlouquecendo.Não te amo ,nem sou apaixonada por ti,somente gosto de ti,o que na minha concepção é bem pior!Tentei me segurar, mas meus instintos ultrapassam minha razão e fico como a apaixonada que nunca fui.Creio que não estejas entendendo,somos dois então!Mas se eu esperar me compreender para falar-te nunca o faria.Diferentes é a palavra que nos define ,tão iguais e muito diferentes.Quem sabe outra hora nossas perspectivas de vida se cruzem e finalmente poderei tê-lo sem ter que abdicar de mim ou me adequar a ti?
No momento percebo que não mais me desejas,estou certa que este é o motivo de minha aflição.Sou egoísta e orgulhosa,mas sou mais ainda sensível e repito : ainda gosto de ti.
Seremos amigos,estranhos e finitos amigos,que não seja eterno porque o eterno me sufoca,me deixa com tédio.Quero ser sua melhor amiga,sua namorada,sua amante,uma de cada vez para que seja infinita a feliz melancolia que sinto, e que possa experimentar-te cada dia de um jeito.
E odeio ter que ir pra escola não só pela matemática e pela física ,mas por ter que te ver diariamente e não poder fazer nada mais que te perguntar sobre matéria ,arranjar maneiras de tocar-te e ser como todas as outras suas amigas.
Não quero que pense nada,somente leia e tire suas próprias conclusões.Jamais ficaremos juntos por causa de nossas diferenças incontornáveis,mas quero que saiba que carinhosamente gosto de ti,gosto muito.

Pelos bons e maus momentos (que não tivemos)

Bárbara Cabral.

Um comentário:

Marcela Mastroiany disse...

ahhh mas pq a era digital haveria de nos tirar o romantismo?? hehe!
obrigada pela visita!
bjs!!