sábado, março 17, 2007

Meu eu-lírico tosco

Talvez eu cague com o meu blog e futuramente meu livro escrevendo isso,mas o que eu posso fazer se meu eu-lírico é tosco.Aí vai minha "Poesia",que quem sabe um dia será musicalizada:

Meu eu-lírico toscamente apaixonado(Eu só queria saber como é viver com você)

Eu só queria saber
Como é viver com você
Como é poder te abraçar
E encontrar meu conforto
no seu olhar

Ódio é que você sente
Me despreza,muito mesmo
Sei que pertubo a sua mente
Mente boba a sua
De quem não sabe o que quer
Cabeça tola,de um verdadeiro Zé Mané

Diz que me adora
Me enrola
Depois me ignora
Da sua vida?
Me bota pra fora
Sem dó,nem piedade
Sem lembrar de todas nossas tardes
Tardes de muito brigadeiro assistindo comédias românticas
Assim como a nossa

Diz que me ama
Deita na minha cama
Pra eu te fazer feliz
Como jamais fiz
Ajoelha,ajoelhado vai clamar
Pra eu te perdoar,implorar pra voltar
Seus olhos tristes vão me convencer
E seus cabelos negros eu vou de novo ver
No meu traveiseiro ,deitados no leito
eu vou saber como é viver sem ter você

Vamos tomar sol neste domingo
Escutar os passarinhos cantar
Das bobagens alheias
Ficaresmos rindo
Gozando dos outros
Gozando a vida
Quer coisa melhor pra se fazer?
Aliás,Qualquer coisa ficará boa
Se for com você

Não sei se to querendo que você volte
Se isso é um pedido
Ou se estou aceitando o seu
Admito que o erro foi todo meu
De te confundir e de acabar com a geléia
Mas de uma coisa eu estou certa
E não tem quem me faça mudar de idéia
Sem você eu não quero saber como é viver

Nenhum comentário: