sexta-feira, março 09, 2007

Faça-me rir








Rir é uma das coisas mais maravilhosas que já aconteceu comigo, e o melhor é que esse fenômeno acontece todo dia.
Sinto tédio quando vejo pessoas mal -humoradas, fico realmente triste.Talvez rir seja a coisa que eu mais gosto de fazer tanto quanto comer chocolate olha que isso é muito!Bobagens, brincadeiras toscas, ou apenas uma careta já são motivos para uma boa risada, daquelas que mostra o molar da sua boca. Às vezes a piada é extremamente engraçada que você ri e não sai som nenhum, só fica o pingulim da garganta a mostra.
Mesmo quando eu tô deprimida eu fico rindo, acho que eu nunca passei um dia sem rir.Para algumas pessoas isso é irritante,como se sabe a felicidade alheia incomoda muita gente.Uma Bárbara feliz?Incomoda muito mais.
Já foi comprovado cientificamente que rir pode ajudar no tratamento de diversas doenças,psicologicamente e fisicamente,é um tremendo analgésico natural e gostoso.O sorriso pode fazer um dia deprimente se transformar num dia mais feliz e alegre. Basta você passar alguns segundos comigo, não estou contando vantagem, sou uma pessoa absurdamente engraçada,admito que às vezes até demais.É o meu jeitinho de ser,é assim,fazendo piadinha que de tão sem graça e sem nexo se torna uma verdadeira comédia da vida privada, como diria minha mãe.
Hoje mesmo na aula de biologia aprendemos que os musgos só podem fazer fecundação em ambiente úmido. Daí a bela e inteligente Bárbara soltou uma muito sem graça, mas a melhor piada que eu já inventei,espontaneidade é tudo:
-O que o musgo disse pra musga?
Aposto que você não sabe!
....
-Eae gatinha?Vai chover hoje?
Pronto,uma coisa besta dessa já fez meia dúzia feliz na aula de briófitas(musgos) que ,na minha opinião ,seria completamente impossível.
Conversar com gente inteligente, culta,é ótimo,mas falar umas abobrinhas às vezes também é bom. Imagina conversar com alguém que nunca te faça rir,não fale algo engraçado ou pelo menos seja engraçado,só é necessário a dosagem certa de humor.
Ah sim,mas se deve tomar cuidado,tem gente que gosta de rir,mas que não é muito sociável na primeira vez que se conhece.Eu por exemplo já ganhei muitos foras tentando ser engraçadinha com quem mal tinha acabado de conhecer,uma cara fechada e uma boca torta foi o que eu ganhei de resposta.Não me abalo com esse tipo de coisa,continuo sorrindo pra qualquer pessoa que vejo na rua,do gari banguela até o empresário de terno com gravata bordô e um v3 no bolso. Me sinto bem quando mostro os dentes,não porque meus dentes são bonitos, mas é que assim exercito o meu maxilar e passo a imagem de simpática,que o que eu realmente sou,existe ainda alguma coisa sublime quando ressalto as bochechas e as maças do rosto mostrando os dentes,é como comer chocolate,é difícil de explicar,só praticando mesmo.
Não me venha com assuntos muito sérios e polêmicos o tempo todo,a palavra que me define é espontaneidade,se quiser ser meu amigo só te peço uma única coisa: Faça-me rir.

Um comentário:

Sassá disse...

Babizuchaaa
;DDD

Concordo plenamente .. tem q fazer rir! hehehe
e eu tb sorrio alheiamente pra geral na rua!
E show da Marisa Monte bombará horrores!
Ahh.. e eu mó curti a piadinha das briófitas qnd eu ouvi no dia
heuheuhue
Mas eu rio de cada coisa tb..
Enfim!
Te adoro Babizucha
;D