domingo, dezembro 17, 2006

Ah não,de novo não


Puta merda,aconteceu de novo.Tá,acho que nunca vou aprender ( drama,pois eu tenho 15 anos).É,bem,tenho até receio de falar,já que tantas vezes jurei pra mim mesma,pros outros também,que nunca mais ia fazer isso ou me importar como me importo.Agora estou aqui: Sentada na frente do computador escrevendo essa merda de texto,comendo bombons de chocolate ao leite com morangos frescos e,é claro,vendo sex and the city.Suponho que com essa descrição não preciso dizer mais nada para alguém deduzir o que aconteceu(drama novamente).
É, de novo apaixonadinha,ou diria pelo menos gostadinha,sei lá,apaixonada é muita paixão(não é tão fullgás),ah,era uma iminência de paixão,acho que a melhor definição seria gostadinha mesmo.Ok,uma gostadinha que novamente levou um pé na bunda,na verdade eu dei o pé na bunda,mas pior que levar um pé na bunda é ser tratada como pouco caso,tá bom eu fiz ele de pouco caso, mas qual era dele? Ele tinha que implorar,eu não esperava que ele agisse indiferente.Mas é a vida.. Homens transam e mulheres fazem amor.Vou pagar pau pra um dia se alguma mulher falar algo do tipo " Puta que o pariu ,vamos transar também!"
Pena que pra mim isso vai sempre ficar na teoria,já que a bobona ainda prefere o velho cavalheirismo,as flores e as carícias sem más intenções,que ultimamente, estão em extinção.Não me surpreende mulheres preferirem mulheres a homens.

Nenhum comentário: